segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Agatha & História - ADEUS, RAINHA! DESCANSE EM PAZ.





Agatha Christie



HÁ  UM  TEMPO  DE  NASCER,  E  UM  TEMPO  DE  MORRER



Assim dizem os primeiros versos do Eclesiastes 3:1,2, na Bíblia Sagrada:


Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar
.





Túmulo de Agatha Christie



Nós, fãs e admiradores de Agatha Christie, também temos nosso tempo de comemorar e celebrar sua vida e sua obra, assim como o momento de nos lembrarmos de sua morte. 




Igreja de St. Mary, em Cholsey, Berkshire




No dia 12 de janeiro de 1976 Agatha Christie faleceu, aos 85 anos. Faz, portanto, 40 anos que nossa querida Rainha do Crime nos deixou. A escritora faleceu serenamente, de causas naturais, em sua residência em Wallingford, no condado de Oxfordshire.




 
Túmulo de Agatha Christie e a Igreja de St. Mary ao fundo



Em uma cerimônia privada, Agatha foi enterrada no cemitério da Igreja de St. Mary, em Cholsey, Berkshire. Seu túmulo, frequentemente visitado por fãs e turistas, fica em uma pequena área gramada e muito tranquila, atrás da igreja, formando um cenário bucólico e de ares pacíficos, que fazem lembrar muito a velha aldeia de St. Mary Mead, onde vivia Miss Marple – ambos suas criações.





DA RAINHA DAS FADAS PARA A RAINHA DO CRIME



 
Inscrição no túmulo de Agatha Christie



Guardado por dois anjos no alto da pedra do túmulo estão as iniciais sobrepostas de Agatha: o A sobre o M, de Agatha Mallowan. O texto que se lê incrustado na pedra diz:


In Memoriam

Agatha Mary Clarissa Mallowann

DBE

Agatha Christie – Author & Playwrit

BORN 15 SEPT 1890 – DIED 12 JAN 1976


Sleepe after toyle, port after stormie seas,

Ease after war, death after life, does greatly please.
 

* * * * * * * * *


In Memoriam

Agatha Mary Clarissa Mallowann

DBE

Agatha Christie – Escritora & Autora Teatral

NASCIDA 15 SET 1890 – FALECIDA 12 JAN 1976


Dormir depois da provação, aportar após mares tempestuosos,
Calmaria após a guerra, a morte depois de vida, causam grande satisfação




DBE significa Dame of British Empire, ou Dama do Império Britânico, título com o qual Agatha foi agraciada pela Rainha da Inglaterra em 1971. Para saber mais, leia o artigo que publiquei em:

http://agathachristieobraeautora.blogspot.com.br/2013/09/noticias-novidades-o-titulo-de-dama-do.html




 
"Una e o Leão", de Briton Rivière (1840–1920), tela inspirada pelo Livro I d'A Rainha das Fadas.


Os versos ao final são um trecho do poema épico A Rainha das Fadas, Livro I, do inglês Edmund Spenser (1562 – 1599), cuja história se passa no mundo mítico do Rei Arthur.







BIGODES  À  MEIA  LUZ

 
 
Teatro Savoy, Londres



No dia do falecimento de Agatha Christie, dois teatros londrinos do West End diminuíram suas luzes: o Teatro St. Martin’s, onde a peça A Ratoeira vinha sendo encenada há décadas, e o Teatro Savoy, onde estava sendo enscnado Assassinato na Casa do Pastor.





Albert Finney como Hercule Poirot


 A última aparição de Agatha Christie em público tinha sido 2 anos antes, em 1974, na estreia do filme Assassinato no Expresso do Oriente, com o ator Albert Finney interpretando Hercule Poirot, quando Agatha considerou a adaptação boa, exceto pela caracterização dos bigodes de Poirot: não estavam exuberantes o suficiente.


* * * * * * * * *
 

Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.


Assim que tenho visto que não há coisa melhor do que alegrar-se o homem nas suas obras, porque essa é a sua porção; pois quem o fará voltar para ver o que será depois dele?


Eclesiastes 3:1,2




quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Especial ANIVERSÁRIO de AGATHA CHRISTIE: AS MELHORES FRASES SOBRE AGATHA CHRISTIE E SUA OBRA (parte 4)



CELEBRANDO  AGATHA  (parte 4)









Para celebrar o aniversário de Agatha Christie, fiz uma seleção de definições sobre a escritora e sua obra, proferidas por outros escritores de romance policial da atualidade, editores e estudiosos. 

Eles expressam tanto sua admiração (ou não) pela escritora, como definem de forma profissional aquilo que percebemos – e adoramos – em sua obra enquanto meros leitores.


Dividi o artigo em 4 partes, as quais publicarei todos os domingos de setembro:

Parte 1: Um pouco sobre todos os temas



Parte 2: AGATHA: A ESCRITORA e A OBRA



Parte 3: A RAINHA DOS ROTEIROS e A RELEVÂNCIA DE SUA OBRA




Parte 4: A CONSTRUÇÃO DE PERSONAGENS e CHRISTIE = DIVERSÃO!



Espero que gostem e se identifiquem com a maioria das definições tanto quanto eu!



AS   MELHORES   FRASES   SOBRE   AGATHA   CHRISTIE   E   SUA   OBRA   (parte 4)








A  CONSTRUÇÃO  DE  PERSONAGENS



Ela explorou a ideia de que a criminalidade poderia acontecer entre as classes mais altas tão facilmente quanto nas trabalhadoras. (Brian McGilloway)


Fico surpreso quando se referem à Agatha Christie como escritora de romances policiais “aconchegantes". É fácil detectar as reviravoltas nas tramas, mas para mim, seu poder duradouro está em sua representação implacável da natureza humana. (Joseph Finder)


A punição do culpado é menos importante do que a redenção do inocente. A culpa, nos mostra Christie, está ao nosso redor. Os inocentes, comparativamente raros, são aqueles que merecem um final feliz. (Joseph Finder)


Ela entendeu a importância de um detetive central; particularmente um que outros subestimam. (Brian McGilloway)


Ela consegue cavar sob a superfície das aparências. Isto é o que a boa ficção faz: amplia nossas opiniões sobre o que é possível, em vez de refletir o mundo das aparências. (Sophie Hannah)


A moda de sangue e tripas e assassinos em série diminuem e fluem ao longo do tempo, mas a centralidade de um personagem fascinante no coração da obra de ficção criminal nunca mudará. (Brian McGilloway)


Christie é muitas vezes criticada por seus personagens estereotipados. Mas, quando ela está no seu melhor, sua caracterização é afiada, econômica e muitas vezes satírica. (Val McDermid)


Hercule Poirot vagueia pelas histórias, um personagem de desenho animado em um mundo humano, e a realidade está comprometida. Poirot nunca é inteiramente crível, mas vale a pena suportá-lo. (Declan Hughes)


Ela é muito econômica, mas eficaz com sua caracterização e reconhecemos essas pessoas como sendo tiradas da vida real. (Val McDermid)


No mundo de Christie, os cadáveres estão limpos e as motivações são claras. As pessoas matam por dinheiro, por amor, por inveja ou frustração, não por trauma de infância ou por satisfação sexual. Seus detetives são amadores, sábios além das palavras, tão implacáveis quanto o Karma e nunca estão errados. (Jane Casey)








CHRISTIE  =  DIVERSÃO!



Que diversão! E isso é o que Agatha Christie era. Diversão.  Ela era a excelência do entretenimento. (Linwood Barclay)


Eu digo "histórias policiais", mas não tenho certeza de que seja o que esses livros são. Eles se parecem mais com palavras cruzadas, e terminando um deles, como terminar um quebra-cabeça, nos deixa com a mesma sensação de futilidade e tempo desperdiçado. (John Banville)


Muitos de nós trincamos nossos dentes lendo seus livros. (Karen Sullivan)


Enquanto as pessoas desfrutem de palavras cruzadas, quebra-cabeças, jogos de palavras, Sudoku, bridge, eles vão ler as histórias de detetive de Christie, porque elas são, em essência, truques de conjuração literária e ela é a melhor conjuradora. (John Curran)


O mais importante é que o tempo gasto no mundo de Christie é emocionante e divertido. O que mais alguém poderia querer? (Barbara Nadel)



Meu pai matemático costumava descrever os romances de Agatha Christie como “o melhor Sudoku literário que havia” e seus melhores livros como um “Cubo Mágico”. (Aly Monroe)



terça-feira, 5 de setembro de 2017

Especial ANIVERSÁRIO DE AGATHA CHRISTIE: AS MELHORES FRASES SOBRE AGATHA CHRISTIE E SUA OBRA (parte 3)



CELEBRANDO  AGATHA (parte 3) 








Para comemorar o aniversário de Agatha Christie, fiz uma seleção de definições sobre a escritora e sua obra, proferidas por outros escritores de romance policial da atualidade, editores e estudiosos. 

Eles expressam tanto sua admiração (ou não) pela escritora, como definem de forma profissional aquilo que percebemos – e adoramos – em sua obra enquanto meros leitores.

Dividi o artigo em 4 partes, as quais publicarei todos os domingos de setembro:


Parte 1: Um pouco sobre todos os temas

Parte 2: AGATHA, A ESCRITORA e A OBRA

Parte 3: A RAINHA DOS ROTEIROS e A RELEVÂNCIA DE SUA OBRA



Espero que gostem e se identifiquem com a maioria das definições tanto quanto eu!




AS   MELHORES   FRASES   SOBRE   AGATHA   CHRISTIE   E   SUA   OBRA   (parte 3)











A   RAINHA   DOS   ROTEIROS




Ninguém contorce uma trama com mais habilidade do que Agatha Christie. (Val McDermid)


Seus roteiros são tão soberbos e surpreendentes, porém tão simples, quando explicados. (Ragnar Jonasson)


O bem é bom, o mal é o mal e absolutamente qualquer um poderia ser um assassino. (Jane Casey)


Dizem que, para cada toque final de reviravolta no roteiro, ela teve uma ideia original. (Irritantemente, para outros escritores de histórias policiais, isso provavelmente é verdade!) (Ragnar Jonasson)


Os roteiros permanecem genuinamente inteligentes em expectativas perturbadoras. (Aly Monroe)


Christie era o Steve Jobs das reviravoltas no roteiro. (Linwood Barclay)


Ela tinha as marcas da lavanderia e atendentes de oficina mecânica de olhos afiados, enquanto nós temos DNA e circuito interno de TV. Mas a emoção da perseguição é a mesma. (Jane Casey)


Lemos a ficção policial tradicional porque a restauração da ordem é algo profundamente satisfatório. Agatha Christie talvez não tenha sido a primeira escritora a desenvolver essa fórmula, mas ela a aperfeiçoou – e, sem dúvida, 100 anos depois, ninguém fez melhor do que ela. (Joseph Finder)




Memorial Agatha Christie, Londres, Inglaterra.



A   RELEVÂNCIA   DE   SUA   OBRA



O que ela me ensinou foi que as mulheres conseguiam escrever romances policiais muito bem. (Barbara Nadel) 


Os livros de Agatha Christie eram a razão pela qual eu nunca imaginei que acabaria sendo uma escritora de histórias policiais. Como você pode escrever mistérios de assassinato se você nunca consegue descobrir quem é o culpado antes que Hercule Poirot explique? (Ruth Downie)


Eu adorava ser enganada, sabendo que Hercule Poirot ou Miss Marple iriam apontar o homem ou a mulher criminosa, o que, em um período em que eu começava a perceber até que a vida não é justa, achei reconfortante. (Laura Wilson)


Os livros de Christie são inteligentemente escritos, divertidos e, no caso de Miss Marple, celebram a sabedoria da mulher mais velha. Tudo isso é bem-vindo. (Ruth Downie)


O fato de que seus livros ainda estão sendo lidos em todo o mundo e de que novas séries de televisão com base em suas obras estão sendo criadas regularmente nos mostra que ela é tão relevante como sempre, e ainda indiscutivelmente a Rainha do Crime. (Ragnar Jonasson)


A verdade é que eu, como a maioria dos escritores de histórias de crimes, não conseguimos resistir à tentação de colocar um pouco Christie em nossos trabalhos. (Gunnar Staalesen)


Sua contribuição para a ficção policial influenciou o gênero de forma tão importante em sua infância que ela realmente lançou as bases para tudo o que se seguiu. (Yrsa Sigurdardottir)


Tenho certeza de que não existem muitos romances criminais da década de 1920 que resistiram ao teste do tempo como os melhores livros de Christie daquela década. (Ragnar Jonasson)


Em uma época em que a ficção criminosa nos oferece autópsia frontal completa, pedófilos assassinos e detetives com tantos problemas pessoais como os criminosos, ainda há uma demanda pelo mundo mais gentil das novelas de Christie. (Ruth Downie)



Se os romances de Christie ainda são relevantes? Os costumes sociais podem mudar, mas a natureza humana não, e uma parte fundamental da natureza humana é o desejo de escapismo e o desfrute de uma boa história. (Laura Wilson)